MSN

terça-feira, 11 de janeiro de 2011


CONFIA NO SENHOR
Alejandro Bullón


“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.” (Proverbios 3:5)

Vivemos em um mundo de engano e mentira. A propaganda promete maravilhas em letras garrafais e esconde a verdade em letras miúdas. Existe gente cujo instrumento de trabalho é a esperteza usada para explorar a confiança das pessoas. A fraude é parte dos negócios. Cobra-se o máximo e entrega-se o mínimo. Disfarça-se, esconde-se a verdade. Pinta-se o que é velho e vende-se como novo.

Diante desse quadro, não é estranho achar que todo mundo mente. A confiança é um produto em extinção e, para muita gente, torna-se difícil aceitar a existência de Deus como verdade, vivendo numa cultura fraudulenta.

No entanto, o conselho de Salomão é: “Confia no Senhor” (Pv 3:5). Esse é um convite ao convívio com Deus. Para você confiar em alguém, precisa conhecê-lo, e para conhecer uma pessoa é preciso conviver com ela.

Como se convive com Deus? Separando tempo todos os dias para cultivar o companheirismo com Ele através da oração e do estudo da Bíblia. É preciso disciplina para isso, porque a natureza humana não gosta do companheirismo com Deus. É independente, deleita-se em tomar suas próprias decisões e “estribar-se no seu próprio entendimento.” “Eu acho”, “eu penso”, “eu creio”, são expressões frequentes da natureza humana. Portanto, separar um tempo diário para comungar com Deus requer esforço. Você sabe que nada que valha nesta vida se consegue sem esforço.

Quanto mais você cultivar o companheirismo diário com Jesus, tanto mais você aprenderá a confiar nEle. Permita que Ele participe de suas decisões e ações. O resultado será uma vida de alegria, satisfação e paz, mesmo em meio às dificuldades e provações.

Se você estiver lendo esta meditação antes de começar o dia, já é um bom ponto de partida para sentir que Jesus estará ao seu lado ao longo desta nova jornada. Confie no Senhor. Ele nunca falha. Os céus e a terra podem passar. Palavras e promessas humanas podem ir e vir, mas as promessas divinas permanecem para sempre. Portanto: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.”